HISTORIA DE GLORIAS

31 de janeiro de 2015 - 18:45

Formador de bons jogadores

Enquanto o ESTANCIANO E C se prepara para torna-se um clube moderno e com títulos, vamos lembrar passagens importantes na sua tradicional história.

Primeiro as controvérsias quanto a data de fundação e origem do clube, como diz o hino do clube sua origem vem do antigo Cruzeiro F C, fundado em 1929, também pode-se atribuir a fundação do clube Estanciano ao ano de 1931, na primeira diáspora do Cruzeiro, mas o registro original como Estanciano Esporte Clube se da em 1956, quando dividiram o clube de futebol "Estanciano" , do clube cultural "Cruzeiro" , apesar de continuarem a usar o mesmo espaço físico, na antiga rua da Boa Viagem. 

O Estanciano esta prestes a completar 90 anos de historia e conquistas, podem questionar a origem do clube pela  dualidade de nomes e identidade, fato comum na historia do futebol brasileiro, vejamos Palmeiras/Palestra Itália, Cruzeiro/Palestra Mineiro, São Paulo/Paulistano, Confiança/Industrial  e por ai vai.

Verdade é que nas décadas de 40 e 50, os fãs do Estanciano/Cruzeiro viram seu maior rival o Santa Cruz SC, brilhar no senário futebolístico Sergipano, enquanto o mesmo permaneceu ofuscado, adormecido, por conta dessa divisão dentro do clube.

Nos anos 60 o Estanciano EC voltou e com força, formando planteis fortes como sempre, desde sua origem. Sob a presidência do saudoso Sr. Divaldo e apoiado pelo prefeito Pascal Nabuco no ano de 1962, o clube conseguiu retorno e acessão a primeira divisão do futebol Sergipano, sendo campeão do torneio de acesso, um time que contava com craques de qualidade como o Sr Edi, Zé Denês , Mano, Doquinha, Arlindo, Guio entre outros, na maioria nascidos em Estância, esse time fez historia no futebol sergipano até o ano de 1964, outros times foram formados nos anos seguintes e a rivalidade com Santa Cruz só crescia, eram jogos memoráveis, na época, Sergipe, Confiança e Itabaiana eram fregueses do Canário, jogando em Estância, existiam outros bons times de futebol no estado, ao exemplo de Vasco e Maruinense,  jogadores eram revelados pelo Estanciano, ao exemplo do atual presidente do clube, Sidnei, que brilhou em grandes clubes brasileiros, como Cruzeiro e Botafogo. 

Nas décadas de 70 e 80 o Estanciano EC, sob a gestão de presidentes como Renato Silva, Roberto Bahia e Joel Sobral, sucessivamente, o clube brilhou, na época Sergipe, Confiança, Itabaiana e Estanciano formavam a elite do futebol sergipano. Nessas décadas o Estanciano tornou-se finalista do Campeonato Sergipano diversas vezes. Em 1980 teve a proeza de ser campeão da Taça Cidade de Aracaju ao derrotar no Batistão o Sergipe por 2x0, na grande final. No jogo classificatório derrotou o Confiança, no mesmo estadio.

Segundo Antonio Rocha, um dos jogadores do Estanciano que atuaram no torneio, o time era formado basicamente de atletas nativos de Estância. " Jogador bom, o Estanciano tem tradição de formar, naquela época, em Estância tínhamos dois times, os quais a base dos elencos eram formadas basicamente de estancianos" completa " Hoje ainda da para formar jogadores, vejamos a equipe atual, tem quatro ou cinco filhos da cidade, o Confiança que disputou a copa SP desse ano tinha na equipe titular cinco atletas nascidos aqui em Estância, é só fazer um trabalho sério"

Dessa forma o Estanciano planeja seu futuro, aprendendo e admirando seu passado de glorias.

 

 

 

Comentários