Estanciano honra salário dos jogadores e comissão técnica

20 de março de 2015 - 01:14

Chamou a responsabilidade

Acabou na madrugada desta quinta-feira 18 de Março a agonia dos atletas do Estanciano, após 30 dias de incertezas, o clube quitou todos os débitos que tinha com o elenco, comissão técnica e funcionários,  porém para chegar a esse final feliz, foi necessária a intervenção de uma equipe forte de trabalho, encabeçada pelo presidente do Conselho Deliberativo João Leite.

" Não aceitaria terminar essa semana sem ter quitado os compromissos firmados",      disse  João   Leite 
Todas as dificuldades ocorrem por conta da falta de certidões do clube, o que faz que as verbas de patrocínio não  cheguem aos cofres do clube, porém com muita habilidade o jovem bacharel Moisés procurou os meios legais para liberação dos valores " trabalhamos pesquisando dentro da lei as formas viáveis para liberar o dinheiro de patrocínio para clube, perdi duas ou três noites estudando, mas valeu a pena" disse Moisés. Após toda a liberação legal do dinheiro coube ao Contador Dailton processar todas as informações, para emitir os contra cheques dos atletas e os recibos de pagamento, teve que correr atrás das informações,  não estavam disponíveis “ tivemos que correr contra o tempo, recebi a missão no Sábado dia 14 e não tinha nada, tive que analisar os contratos" disse Dailton e acrescentou " foi trabalhoso, mas valeu a pena, não podia deixar de fazer por três motivos, é o meu time de coração,  ajudar meu amigo João Leite e uma solicitação do Prefeito Carlos Magno,  fiz com amor " .  

Como o Estanciano não possui Gerente administrativo e nem Gerente de Futebol todo trabalho teve que ser acessorado pela Conselheira Aline e o Técnico Índio, que orientavam o contador e tranqüilizavam os atletas quanto ao andamento dos processos “ O Estanciano é um grande time, porem falta muito de organização para se tornar TIME GRANDE em Sergipe, quando isso acontecer será grande não só em Sergipe, mas em todo Nordeste, torcida e história o time tem” destacou Índio

O momento mais tenso de todo o processo foi na noite de terça-feira quando a torcida cobrava uma resposta da diretoria do clube e não obtinha, torcedores temiam o pior, já que o time esta em um momento decisivo e esses problemas extra campo poderiam atrapalhar.

Procuramos alguns atletas quanto a possível greve que se estava alarmada, porém os atletas estavam tranquilos, confirmam que realmente não treinaram na quarta-feira, estavam apreensivos e ansiosos, aguardavam naquele dia o pagamento de salários, porém nunca cogitaram não entrar em campo ou fazer corpo mole no jogo contra o Lagarto, " Somos profissionais e respeitamos a torcida e a instituição, estamos em um momento importante, além de sentir firmeza no que nos passavam " disse Clézio , goleiro e capitão do time.

 O Presidente do Conselho  Deliberativo João Leite, disse que faltam pequenos detalhes para finalizar realmente todo esse processo, continuará a ficar a frente de tudo até o final do campeonato  " Alguns atletas, cinco ou seis, ficaram sem receber o valor devido, as informações que nos foi passada eram incompletas,  haviam contradições nas datas de contratos, mas estamos corrigindo tudo" e disse mais " Infelizmente o Conselho Deliberativo teve que intervim, não teve outro jeito e esse ano queremos o titulo e como as coisas estavam..., morreríamos mais uma vez na praia, irei fazer de tudo para trazer esse titulo"

 

Domingo o Estanciano EC enfrenta a equipe do Lagarto FC no Franção às 15:30hs e uma vitória pode representar a classificação para a fase final do campeonato Sergipano 2015, a expectativa entre os torcedores é grande.

Comentários